More
    InícioIPSSsANEM tem como missão promover a qualidade de vida e capacitar portadores...

    ANEM tem como missão promover a qualidade de vida e capacitar portadores de Esclerose Múltipla

    A Esclerose Múltipla (E.M.) é uma doença crónica, inflamatória, desmielinizante e degenerativa afetando o Sistema Nervoso Central (SNC).

    Atinge com maior incidência o género feminino e surge mais frequentemente no jovem adulto (entre os 20 e os 40 anos), apesar de nos dias de hoje a E.M. se comece a manifestar em idades mais precoces e/ou mais tardias.

    É uma doença autoimune na qual o sistema imunitário não tem capacidade de diferenciar as células do seu próprio corpo de células estranhas a ele, acabando por destruir os seus próprios tecidos. O principal alvo deste “ataque” é a mielina, uma camada de gordura protetora das fibras nervosas que auxilia na transmissão de informação ao longo do corpo humano.

    Quando ocorre um “surto”, formam-se cicatrizes endurecidas que se agrupam formando as conhecidas “escleroses” ou também denominadas “placas”. São afetadas inúmeras áreas do cérebro e da medula espinal pelo que se denomina esta doença de Esclerose Múltipla.

    A Associação Nacional de Esclerose Múltipla (ANEM), formada em 24 de maio de 1999, atua no âmbito nacional e tem como missão promover a qualidade de vida e capacitar portadores de Esclerose Múltipla (EM) e doentes do foro neurológico, assim como os seus familiares e comunidade através de práticas inovadoras e constante sofisticação dos seus serviços. Assim, contribui para a redução do isolamento social e combate ao estigma da doença. Para isso, conta com uma equipa multidisciplinar que dá resposta à resolução de problemas físicos, psicológicos, familiares, socioeconómicos e jurídico-legais.

    Estivemos à conversa com a psicóloga da ANEM (Associação Nacional de Esclerose Múltipla), Cláudia Andrade, que aprofundou um pouco as bases que constituem esta doença.

    José Vieira
    José Vieira
    Desde muito novo ingressou no mundo da comunicação social, em órgãos regionais, tendo sido fundador e diretor de 7 títulos, sendo atualmente diretor dos canais regionais Aveiro TV e Ribeirinhas TV, do Jornal e rádio nacional Abrigo, Correio de Sever e da Rádio regional N16.