More
    InícioIPSSsCentro Social São Félix da Marinha apoia muitas pessoas

    Centro Social São Félix da Marinha apoia muitas pessoas

    A ideia nasce através de um grupo de amigos da freguesia, que habitualmente se encontravam no estabelecimento do Sr. Joaquim Alves Ramos, e sentiam a necessidade da construção de um equipamento que desse apoio à Terceira Idade, Infância e Juventude da freguesia.

    As primeiras dificuldades surgem na procura de um terreno com viabilidade para construção e com a situação geográfica ideal. Ao fim de algumas tentativas, essas dificuldades foram superadas. Num contacto com o Sr. Manuel Pinto do Couto, que demonstrou boa vontade para ajudar a resolver o problema, este conseguiu convencer seus pais, Manuel Fernandes do Couto e Laura Pinto de Araújo Ribeiro, a doarem um terreno que possuíam no Lugar da Bela com cerca de 4000 m2.

    A 8 de Agosto de 1985, por escritura pública no Cartório Notarial de Espinho, foi constituída a Associação denominada –” CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA “e efetuada a referida doação do terreno.

    Os estatutos foram publicados em Diário da República – III Série n.º 216 de 19 de setembro de 1985.

    A 30 de Setembro de 1985, efetuou-se o Registo Nacional de Pessoas Coletivas, sendo atribuído o NIPC n.º 501 610 774.

    Em 11 de Julho de 1995, procedeu-se ao registo na Direcção Geral da Acção Social com o n.º 62/88, e confirmada a designação de Instituição Particular de Solidariedade Social e Pessoa Coletiva de Utilidade Pública.

    A 4 de Junho de 1996, é aceite a sua filiação na União das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UIPSS / CNIS) com o n.º 1479.

    Esta Instituição conta atualmente com 850 associados que pagam anualmente uma quota (15 Euros). Reúnem em Assembleia-geral para aprovação do Plano de Atividades e Orçamento (novembro) e do Relatório de Atividades e Contas de Gerência (março). Elegem também os Corpos Gerentes compostos por: Mesa da Assembleia-geral, Conselho Fiscal e Direcção. Estes órgãos são eleitos para um mandato de quatro anos.

    José Vieira
    José Vieira
    Desde muito novo ingressou no mundo da comunicação social, em órgãos regionais, tendo sido fundador e diretor de 7 títulos, sendo atualmente diretor dos canais regionais Aveiro TV e Ribeirinhas TV, do Jornal e rádio nacional Abrigo, Correio de Sever e da Rádio regional N16.