More
    InícioIPSSsOperação Nariz Vermelho - Um projeto muito solidário

    Operação Nariz Vermelho – Um projeto muito solidário

    A Operação Nariz Vermelho é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem vinculações políticas ou religiosas, oficialmente constituída no dia 4 de junho de 2002.

    O principal propósito é assegurar de forma contínua um programa de intervenção dentro dos serviços pediátricos dos hospitais portugueses, através da visita de palhaços profissionais. Estes artistas têm formação especializada no meio hospitalar e trabalham em estreita colaboração com os profissionais de saúde, realizando atuações adaptadas a cada criança e a cada situação.

    “A ASSOCIAÇÃO FAZ UM TRABALHO EXTRAORDINÁRIO NO APOIO ÀS NOSSAS CRIANÇAS HOSPITALIZADAS”

    É responsabilidade da associação formar e garantir a alta qualidade dos artistas cujo trabalho é remunerado. A Operação Nariz Vermelho oferece aos hospitais as visitas, angariando os fundos necessários através de donativos, particulares e empresariais, campanhas e merchandising.

    Neste momento garantem visitas hospitalares semanais, durante 42 semanas por ano, aos 17 hospitais abrangidos pelo programa. A equipa de artistas é constituída por 33 Doutores Palhaços e nos bastidores trabalham 16 profissionais.

    Tudo começou em 2002, resultado do espírito e dedicação de Beatriz Quintella, que em 1993 leu um artigo que relatava o trabalho dos Doutores Palhaços que visitavam crianças hospitalizadas nos Estados Unidos. Não havia nada parecido em Portugal e Beatriz ofereceu-se ao Hospital D. Estefânia para levar a sua personagem de palhaço às crianças hospitalizadas, com o objetivo de proporcionar momentos de alegria. Trabalhou oito anos sozinha e como voluntária. À medida que começava a trabalhar em outras pediatrias, visitou dois projetos estrangeiros: o projeto fundador da ideia do Dr. Palhaço, o Big Apple Circus, em Nova Iorque e os Doutores da Alegria, no Brasil.

    Em setembro de 2001, a Beatriz convidou dois amigos, Bárbara e Mark, para a ajudarem na criação do programa, e graças a uma contribuição generosa da Glaxo SmithKline, o projeto assumiu um carácter profissional, estabelecendo-se nos seguintes hospitais de Lisboa: Santa Maria, Instituto Português de Oncologia e D. Estefânia. Hoje são 33 doutores a trabalhar semanalmente em 17 hospitais! Levam a missão presencialmente às crianças em cuidados hospitalares durante 42 semanas por ano. A equipa estende-se para além dos Doutores Palhaços aos 16 colaboradores que trabalham nos bastidores. Contam com doadores, parceiros, instituições e voluntários para fazer crescer uma das mais reconhecidas associações sem fins lucrativos, e sem vínculos políticos, ativas em Portugal.

    Depois de quase duas décadas, qual o desafio? Continuar a crescer. Mantendo sempre em mente que tudo o que fazem, cada donativo que recebem, cada gesto, cada sorriso, tem uma única motivação: levar alegria e felicidade à criança hospitalizada.

    A Operação Nariz Vermelho está há 20 anos a receitar alegria nos hospitais portugueses a mais de 53.000 crianças por ano! Para levarem esta missão cada vez mais longe estão sempre à procura de pessoas com boas capacidades de comunicação e comprometidas com a causa e que queiram integrar a nossa equipa de recrutadores Face to Face.

    Operação Nariz Vermelho foi reconhecida com o prémio Especial de Solidariedade SuperBrands – Marca Social 2014, no dia 3 de dezembro de 2014, durante a 10º Gala SuperBrands 2014, que decorreu em Lisboa.
    Este prémio visa reconhecer produtos ou serviços de qualidade como marcas de excelência, que oferecem benefícios claros e diferenciadores.

    No dia 11 de Dezembro de 2009, Dia Mundial dos Direitos Humanos, a Operação Nariz Vermelho dirigiu-se ao palácio de São Bento para receber das mãos do Presidente da Assembleia, Dr. Jaime Gama, a medalha de ouro do Prémio dos Direitos Humanos.

    O projeto foi selecionado como ES+ – Iniciativa de Alto Potencial em Inovação e Empreendedorismo Social no biénio 2012-2014 e 2014-2016

    O “Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social em Portugal” é um projeto de pesquisa no terreno, que mapeia as iniciativas de inovação e empreendedorismo social, procurando a criação de conhecimento, através da metodologia ES+ de proximidade com as comunidades locais.

    A Ordem dos Médicos ciente do papel indiscutível do projeto na melhoria dos cuidados de saúde e na humanização dos serviços de pediatria, decidiu reconhecer oficialmente esta iniciativa, bem como todos os profissionais nela envolvidos.
    Este reconhecimento vem confirmar a importância da presença do doutor palhaço como parte da equipa no processo de cura da criança doente confirmando o valor do trabalho da Associação.

    Para ajudar a associação, basta ir ao portal https://narizvermelho.pt/ e escolher como quer ajudar.

    “TODOS JUNTOS PODEMOS FAZER A DIFERENÇA E AJUDAR ASSIM AS NOSSAS CRIANÇAS HOSPITALIZADAS”

    José Vieira
    José Vieira
    Desde muito novo ingressou no mundo da comunicação social, em órgãos regionais, tendo sido fundador e diretor de 7 títulos, sendo atualmente diretor dos canais regionais Aveiro TV e Ribeirinhas TV, do Jornal e rádio nacional Abrigo, Correio de Sever e da Rádio regional N16.