More
    InícioIPSSsAMI – Fundação de Assistência Médica Internacional

    AMI – Fundação de Assistência Médica Internacional

    A AMI foi fundada em 1984, com o Ser Humano no centro de todas as suas preocupações. Desde 1987, já atuou em 82 países do Mundo, tendo enviado centenas de voluntários e toneladas de ajuda (medicamentos e equipamento médico, alimentos, roupas, viaturas, geradores, etc.). Na área internacional, a AMI desenvolve três grandes tipos de intervenções, designadamente, Missões de Emergência, Missões de Desenvolvimento com equipas expatriadas e Projetos Internacionais em Parceria com Organizações Locais (PIPOL), procurando adequar a sua atuação às características e necessidades do contexto, assumindo para tal uma intervenção faseada, tendo sempre como fim último, a sustentabilidade do processo de desenvolvimento.

    “A AMI PRESTA APOIO A MILHARES DE PESSOAS EM PORTUGAL E NO MUNDO”

    A partir de 1994, consciente da realidade vivida em Portugal, a AMI alargou a sua área de atuação, visando minimizar os efeitos dos fenómenos da pobreza e da exclusão social em território nacional. Deste modo, dispõe atualmente de 15 Equipamentos e Respostas Sociais no país, nomeadamente 9 Centros Porta Amiga (Lisboa – Olaias e Chelas, Porto, Almada, Cascais, Funchal, Coimbra, Vila Nova de Gaia e Angra do Heroísmo); 2 Abrigos Noturnos (Lisboa e Porto); 2 Equipas de Rua (Lisboa e Vila Nova de Gaia/Porto); 1 Serviço de Apoio Domiciliário (Lisboa) e 1 polo de receção de alimentos (Porto).

    Uma terceira vertente do trabalho da AMI é a promoção de uma cidadania ativa na área do associativismo, formação ou ambiente, promovendo a participação ativa de jovens e adultos em projetos concretos.

    2021

    • Inauguração da AMI Concept Store.
    • Reforço da ação da AMI na área da saúde mental, através da celebração de um Protocolo com a plataforma de apoio psicológico online Khushiminds.

    2020

    • Implementação formal de uma Política de Proteção Contra a Exploração e o Abuso Sexual.
    • Lançamento da iniciativa “Os AMIgos são para as Ocasiões“, uma resposta de emergência à pandemia, para levar alimentos e outros bens essenciais aos beneficiários dos equipamentos sociais da AMI.

    2019

    • Missão de Emergência na Beira, em Moçambique, na sequência do ciclone IDAI.
    • A AMI passa a ser consultada enquanto ator/ONG interveniente na Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento.

    2018

    • Lançamento da primeira pedra das novas instalações da Fundação AMI no dia 3 de dezembro, em Carcavelos.
    • Prémio 5 Estrelas de Personalidade do Ano na área de Solidariedade, atribuído ao Presidente da AMI, Fernando Nobre.
    • Prémio 5 Estrelas para o Melhor Projeto de Responsabilidade Social atribuído ao projeto Aventura Solidária.
    • A AMI foi alvo de um case study nacional e internacional pela Microsoft, uma vez que foi a primeira ONG no país a adaptar o CRM Dynamics.
    • Nomeação da marca Change the World ara os prémios da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, na categoria de Projeto de Solidariedade Social.
    • Novas Missões: Síria
    Fernando Nobre – Presidente da AMI

    2017

    • 30 anos de missões internacionais.
    • 10 anos de “Aventura Solidária“.
    • Lançamento da marca “AMI Alimenta”.
    • Lançamento da marca “Change the World”.
    • Lançamento do projeto “There isn’t a Planet B”.

    2016

    • Prémio Especial de Solidariedade Superbrands / RTP+ 2016.
    • 4ª Edição da iniciativa “Encontros Improváveis”, subordinada ao tema “Boa Governação: Alicerce para um Futuro Sustentável”.
    • Adesão à Aliança ODS Portugal.

    2015

    • Lançamento do Fundo para o Desenvolvimento e Promoção Social.
    • Lançamento do Fundo Universitário AMI.
    • Lançamento do livro “Toda a Esperança do Mundo” de Alfredo Cunha e Luís Pedro Nunes por ocasião do 30.º aniversário da AMI.
    • Novas Missões: Grécia, Itália, Tanzânia.
    • 3.ª Edição da Iniciativa “Encontros Improváveis” subordinada ao tema “Direitos Humanos – Desafios Atuais na Europa e no Mundo”.

    2014

    • 30.º Aniversário da AMI
    • Encerramento das missões de desenvolvimento no distrito do Caué, em São Tomé e Príncipe, e na Região Sanitária de Bolama, na Guiné-Bissau.
    • Abertura de uma nova missão com elementos expatriados na Região de Quinara, na Guiné-Bissau.
    • Novas missões: Curdistão Iraquiano, Madagáscar, Níger
    • 2.ª Edição da Iniciativa “Encontros Improváveis” subordinada ao tema “Uma Economia Verde num Mundo Azul”.

    2013

    • Adesão à PALUS – Plataforma de Associações Lusófonas
    • Novas Missões: Costa do Marfim, Gana, Uganda, Uruguai
    • 1.ª Edição da Iniciativa “Encontros Improváveis” subordinada ao tema “Novas Formas de Organização do Trabalho”.

    2012

    • Lançamento do projeto SOS Pobreza, 1ª Marca Nacional de Solidariedade AMI.
    • Lançamento da Campanha de Reciclagem de Radiografias em Espanha.
    • Abertura das novas instalações do Centro Porta Amiga de Almada a 20 de novembro
    • Inauguração da 5ª Infoteca FNAC/AMI contra a infoexclusão – Centro Porta Amiga de Almada

    2011

    • Adesão ao UN Global Compact, uma iniciativa da ONU, cujo objetivo é incentivar as empresas e organizações da sociedade civil a alinharem, de forma voluntária, as suas estratégias e políticas com 10 princípios universalmente aceites nas áreas dos direitos humanos, práticas laborais, ambiente e anticorrupção, e a promoverem ações de apoio aos objetivos da ONU, incluindo os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio. Trata-se de uma plataforma de liderança para o desenvolvimento, implementação e divulgação de políticas e práticas empresariais responsáveis. Lançada em 2000, é a maior iniciativa de responsabilidade social empresarial, ao nível mundial, com mais de 8000 signatários em mais de 135 países.
    • Como participante do UN Global Compact, a AMI compromete-se a:

    o Apoiar os 10 Princípios do Global Compact relativamente a direitos humanos, práticas laborais, ambiente e anticorrupção;

    o Promover esses princípios na sua esfera de influência, anunciando o seu compromisso aos seus stakeholders e ao público em geral;

    o Participar nas atividades do UN Global Compact, nomeadamente, nas redes locais, iniciativas especializadas e projetos em parceria;

    • Lançamento do Prémio “Linka-te aos Outros”
    • Lançamento do Projeto Ecoética
    • Lançamento de uma pool de voluntários para a Ação Humanitária
    • Inauguração da Residência Social em S. Miguel (Açores) a 5 de dezembro
    • Novas missões: Etiópia

    2010

    • Inauguração da 4ª Infoteca FNAC/AMI contra a Infoexclusão – Centro Porta Amiga do Funchal

    2009

    • 25º Aniversário da AMI
    • Lançamento do I Fórum Internacional – Encontro de Culturas: Ouvir para Integrar
    • Concerto Contra a Indiferença da Orquestra Metropolitana de Lisboa para assinalar o 25º Aniversário da AMI
    • Novas Missões: Bangladesh, Cabo Verde, Zimbabué, Filipinas, Haiti, Indonésia
    • Lançamento da 3ª Infoteca FNAC/AMI contra a Infloexclusão – Centro Porta Amiga do Porto
    • Lançamento do livro “Humanidade: Despertar para a Cidadania Global Solidária”

    2008

    • Lançamento do “Fundo Contra a Indiferença”
    • Lançamento do livro “Imagens Contra a Indiferença”
    • Atribuição à AMI do Estatuto Consultivo Especial junto do Conselho Económico e Social das Nações Unidas (ECOSOC)
    • Lançamento da 2ª Infoteca FNAC/AMI contra a Infoexclusão – Centro Porta Amiga de Cascais
    • Novas missões: Mali, Myanmar

    2007

    • Abertura do Espaço AMIArte
    • 1ª Corrida Pontes de AMIzade em Coimbra
    • Lançamento do projeto “Missão Aventura Solidária”
    • Lançamento do livro “Gritos Contra a Indiferença”
    • Lançamento do livro “20 Anos a Passar Fronteiras”
    • Comemoração de 20 anos de missões
    • 1º Encontro Nacional dos Voluntários da AMI
    • 1ª Ação de Formação de Voluntários Internacionais
    • Lançamento do projeto de Recolha de Óleos Alimentares Usados
    • Novas Missões: China, Quénia, Libéria
    • Lançamento da 1ª Infoteca FNAC/AMI contra a Infoexclusão – Centro Porta Amiga de Vila Nova de Gaia
    • Abertura do Centro Porta Amiga de Angra do Heroísmo a 18 de dezembro de 2007

    2006

    • Abertura do Abrigo Noturno do Porto a 6 de janeiro.
    • Início do projeto “Equipa de Rua”, no Porto e em Vila Nova de Gaia.
    • Novas missões: Afeganistão, Angola (Chiange), Austrália, Camarões, Indonésia, Líbano, Malásia, Moçambique, Palestina, Panamá, Paquistão, Sri Lanka, Tailândia, Timor
    • Atribuição à AMI do Estatuto de Observador Consultivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

    2005

    • Novas missões: Angola, Burkina Faso, Estados Unidos da América, República Centro-Africana
    • Lançamento dos projetos de Reciclagem de Toners e Consumíveis Informáticos
    • Lançamento do Cartão Citi AMI
    • Constituição da Fundação Burgher Sri Lanka – Portugal

    2004

    • Abertura da Delegação da AMI na Ilha Terceira (Açores)
    • Abertura da Delegação da AMI na Ilha de São Miguel (Açores)
    • Abertura do Centro Porta Amiga de Vila Nova de Gaia a 23 de dezembro
    • 20º Aniversário da AMI: Exposição na Cordoaria Nacional
    • Lançamento do livro “Histórias para Não Adormecer II”
    • Novas Missões: Bolívia, Chade/Darfur, República Centro Africana, Sri Lanka
    • Lançamento do livro “Viagens Contra a Indiferença”
    • Pela 1ª vez, a AMI participa nas conferências do Departamento de Informação Pública (DPI) das Nações Unidas (ONU)

    2003

    • Lançamento do Prémio AMI Saúde – Doenças Infecciosas e Parasitárias
    • Novas Missões: Indonésia – Papua Ocidental, Iraque/Jordânia

    2002

    • Lançamento do Cartão Saúde AMI
    • Abertura das novas instalações da AMI no Porto
    • Constituição de Núcleos em todo o país
    • Evento “Viver Timor… Amar Timor… Deixar Timor”
    • Novas Missões: Paquistão/Afeganistão, Argentina, Fiji, Ucrânia

    2001

    • Início do Projeto “Equipa de Rua” em Lisboa
    • Participação no I Fórum Social Mundial (Porto Alegre – Brasil)
    • Novas Missões: Camarões, El Salvador

    2000

    • Abertura do Centro Porta Amiga de Coimbra a 18 de abril.
    • Atividade da AMI reconhecida como de Superior Interesse Social, por despacho conjunto dos Ministérios da Saúde e das Finanças
    • Início do Serviço de Apoio Domiciliário
    • Publicação do livro “Olhares do Mundo”
    • Novas Missões: Chile, Coreia do Norte, Paquistão, Perú

    1999

    • Abertura do Centro Porta Amiga de Chelas (Lisboa) a 31 de março.
    • Lançamento do Prémio AMI – Jornalismo Contra a Indiferença
    • Novas Missões: Austrália, Bangladesh, Macedónia/Kosovo, Nicarágua, Timor, Venezuela

    1998

    • Acreditação do INOFOR para projetos de Formação Profissional e Emprego
    • Publicação do livro “Histórias Para Não Adormecer I”
    • Novas Missões: Bósnia-Herzegovina, Colômbia, Honduras, Guiné-Bissau, República Árabe-Saaraui, Togo

    1997

    • Abertura do Abrigo Noturno da Graça (Lisboa) a 10 de novembro
    • Abertura do Centro Porta Amiga do Funchal (Madeira) a 29 de novembro
    • II Fórum de Cooperação e Solidariedade
    • 1º Barómetro da Solidariedade

    1996

    • Abertura da Delegação da AMI na Madeira
    • Abertura do Centro Porta Amiga de Almada a 3 de janeiro
    • Abertura do Centro Porta Amiga de Cascais a 4 de julho
    • Lançamento do Clube de Emprego
    • Lançamento do Espaço Criança
    • 1ª Campanha de Reciclagem de Radiografias
    • Lançamento do site da AMI
    • Novas Missões: Argélia, Iraque, Nepal, Palestina, Ruanda, Senegal

    1995

    • Abertura do Centro Porta Amiga do Porto a 21 de abril
    • Primeiro Curso de Socorrismo AMI
    • Novas Missões: Azerbaijão, Geórgia, México

    1994

    • Abertura do primeiro Centro Porta Amiga nas Olaias, em Lisboa, a 16 de dezembro.
    • Novas Missões: Burundi, Ruanda (campo de refugiados), Moçambique (apoio a desmobilizados da Renamo)
    • Publicação do primeiro número da revista da AMI – AMINotícias
    • Abertura da Delegação da AMI em Angola

    1993

    • AMI instala-se com Sede operacional em Lisboa
    • Abertura da Delegação da AMI no Porto
    • Primeiro Peditório de Rua
    • Novas Missões: Benim, Brasil, Cuba

    1992

    • AMI presente em todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)
    • Novas Missões: Angola, Croácia, Equador, Quénia e Somália, República Democrática do Congo

    1991

    • Primeira Missão com financiamento empresarial (Grupo Entreposto): Moçambique
    • Novas Missões: Irão e Roménia
    • Abertura da Delegação da AMI na Austrália

    1990

    • Primeira Missão em cenário de guerra: Jordânia
    • I Fórum de Cooperação e Solidariedade

    1989

    • Primeiro Projeto Internacional em parceria com uma organização local (PIPOL): Índia
    • Primeira Missão de Emergência: São Tomé e Príncipe

    1988

    • Primeiro mailing de angariação de fundos em Portugal
    • Reconhecimento da AMI como Instituição de Utilidade Pública
    • Novas Missões: Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe

    1987

    • Primeira Missão de Desenvolvimento: Guiné-Bissau

    1984

    • 5 de dezembro: Criação da Fundação AMI
    José Vieira
    José Vieira
    Desde muito novo ingressou no mundo da comunicação social, em órgãos regionais, tendo sido fundador e diretor de 7 títulos, sendo atualmente diretor dos canais regionais Aveiro TV e Ribeirinhas TV, do Jornal e rádio nacional Abrigo, Correio de Sever e da Rádio regional N16.